Curso Turismo de Aventura

Lista de desejos Compartilhar
Compartilhar Curso
O Link Da Página
Compartilhar Nas Mídias Sociais

Sobre O Curso

A permanente busca de novos produtos turísticos tem levado a
mudanças nas estratégias de planejamento, gestão e promoção
do turismo, privilegiando a diversificação da oferta e o surgimento
e revigoração dos destinos. É nesse contexto que o Turismo de
Aventura vem se consolidando no país, com o surgimento de
empresas e profissionais especializados para a operação de
atividades de aventura.
Frente à dimensão econômica, às especificidades desse segmento
turístico e às inter-relações com outros tipos de turismo,
principalmente, quanto à segurança, verificou-se a necessidade de
delimitar a sua abrangência conceitual e de definir suas
características, aspectos e atributos peculiares que lhe conferem
identidade. Tais diferenciais se manifestam na diversidade das
atividades de aventura que o constitui e na possibilidade de
ocorrência em ambientes vários, de centros urbanos a áreas
remotas, em função das especificidades de cada prática. A
dinamicidade e as questões técnicas, mercadológicas e éticas que
envolvem o Turismo de Aventura apontam a necessidade de
referenciais teóricos e abordagens operacionais que orientem etapas e processos para sua estruturação, abordadas nesse curso introdutório.

Mostrar Mais

O Que Você Vai Aprender?

  • A prática de atividades de aventura, aqui referidas como atrativo
  • principal, identifica o segmento de Turismo de Aventura e pode
  • ocorrer em quaisquer espaços: natural, construído, rural, urbano,
  • estabelecido como área protegida ou não. Também podem ser
  • abordadas sob diferentes enfoques
  • -> como de responsabilidade individual do turista quando ocorrem
  • sem a interferência dos prestadores de serviços turísticos no que
  • se refere especificamente à prática da atividade de aventura
  • -> como de responsabilidade solidária quando conduzidas,
  • organizadas, intermediadas via prestadores de serviços de
  • operação de agências de turismo que dependem da orientação de
  • profissionais qualificados e de equipamentos e técnicas que
  • proporcionem, além da prática adequada, a segurança dos
  • profissionais e dos turistas
  • Assim, as atividades de aventura pressupõem determinado
  • esforço e riscos controláveis, que podem variar de intensidade
  • conforme a exigência de cada atividade e a capacidade física e
  • psicológica do turista. Isso requer que o Turismo de Aventura seja
  • tratado de modo particular, especialmente quanto aos aspectos
  • relacionados à segurança. Devem ser trabalhadas, portanto,
  • diretrizes, estratégias, normas, regulamentos, processos de
  • certificação e outros instrumentos e marcos específicos.

Conteúdo Do Curso

Atividades de Turismo e Aventura
A diversidade de práticas de aventura que materializam este segmento varia sob diferentes aspectos, em função dos territórios em que são operadas, dos equipamentos, habilidades e técnicas exigidas em relação aos riscos que podem envolver e da contínua inovação tecnológica. Diante disso, a lista a seguir não se completa, apresentando as mais conhecidas pelo mercado de Turismo de Aventura. Optou-se por agrupá-las utilizando três elementos da natureza (terra, água e ar), com base em normas reconhecidas internacionalmente, cientes de que algumas podem envolver mais de um desses elementos e ocorrer em ambientes diversos, fechados, ao ar livre, em espaços naturais ou construídos.

  • Arvorismo
  • Atividades Ciclísticas
  • Atividades em Cavernas
  • Atividades Equestres

Atividades fora-de-estrada
Percursos em vias convencionais e não convencionais, com trechos de difícil acesso, em veículos apropriados. Também denominadas de Turismo Fora-de-Estrada ou off-road

Atividades na Àgua

Atividades no ´´Ar“

Estudante De Classificações E Comentários

Nenhuma Revisão Ainda
Nenhuma Revisão Ainda
×